Casa própria em prestações


#

A crise econômica e o desemprego colocaram muita gente em dificuldade para pagar as prestações do financiamento de imóveis. Não é a primeira vez. O Sistema Financeiro da Habitação (SFH) tem 52 anos de existência e nesse período passou por diversas crises, muitas das quais dificultaram a vida de quem é mutuário. Mas foi o sistema que permitiu mais de seis milhões de brasileiros ao longo de todo esse período adquirir uma moradia.

Devido ao colapso econômico mais recente, temos recebido aqui no portal uma série de mensagens pedindo orientação sobre financiamento imobiliário, em alguns casos pessoas que até já perderam o imóvel devido à inadimplência. 

Ouvimos especialistas que estão ajudando os leitores a se situarem sobre seus direitos e deveres como mutuários da casa própria e com base nas respostas deles, fizemos uma compilação para os assinantes. Para começar, quem está pensando em parcelar a compra da casa própria deve saber que:

  • O SFH tem pelo menos três modalidades de financiamento;
  • A correção das prestações e do valor total da dívida ao longo do tempo é feita pela variação da Taxa Referencial (TR), calculada pelo Banco Central.
  • Além de financiar, também é possível fazer um consórcio para adquirir a casa própria, um sistema com regras próprias. Porém, da mesma forma como o SFH, em uma situação de crise o mutuário pode ter problemas para pagar e acabar tendo que ir à Justiça para tentar recuperar o que pagou.

Foto: Pixabay

 



Recomendamos para você

As parcelas da casa própria são elevadas pelos juros e correção de formas diversas, dependendo do sistema e das condições do contrato, mas também podem ser afetadas pelo valor do seguro. Advogado alerta para ilegalidade na cobrança de tarifa de evolução de obra.

Crise reduziu muito o valor dos imóveis, portanto, teoricamente é hora de comprar. Mas por outro lado os financiamentos estão muito restritos e o custo do dinheiro subiu.

As chances de renegociação de dívidas relacionadas a imóveis são maiores com as construtoras e incorporadoras que com bancos. Porém, em caso de impossibilidade de pagamento, há todo um roteiro legal que os bancos devem seguir para lidar com a inadimplência do mutuário da casa própria. Veja aqui qual é.

Compare a taxa com o retorno de sua aplicação para saber se vale a pena ou não quitar o imóvel com desconto.




Participe desta comunidade, você tem dúvidas sobre finanças pessoais?