Sem emprego e com dívidas, o que fazer?


#

Há três anos perdi o emprego e não consegui mais colocação no mercado. Nesse período, depois de consumir todas as minhas reservas, comecei a fazer empréstimos para sobreviver e coloquei o meu apartamento à venda. Já faz 07 meses e não consigo vender o imóvel, com isso fiz mais empréstimos para cobrir os empréstimos. Enfim, a dívida hoje está em torno de R$ 120.000,00. Meu apartamento está sendo vendido por R$ 395.000,00. Até hoje não tenho nenhuma prestação em atraso, meu CPF está sem problemas, mas com essa demora na venda não sei o que fazer. Aconselharam-me a decretar a moratória pessoal, você acha que pode ser uma saída?

Kathia

Desesperar jamais! Você tem 120 mil reais em dívidas e 395 mil reais em patrimônio. Se tirarmos os impostos que você terá que pagar na venda do imóvel e o desconto que dará ao comprador, vamos imaginar, numa conta rápida, que você ficará com cerca de 300 mil reais na mão. Ao pagar dívidas lhe sobrarão 180 mil reais. Muita atenção porque é o dinheiro que você terá para viver até encontrar uma recolocação no mercado.. O problema é que você tem dívidas demais para alguém que está desempregado. Arrisco a dizer que você foi buscar no banco o complemento de renda para manter seu padrão de vida. Um erro que financeiramente pode ser fatal. Portanto, corrija a rota.

Dever de casa
1- Mude rapidamente seu padrão de gastos, faça um corte radical. Você tem carro? Venda.Despesas supérfluas nem pensar… E, por favor, quebre todos os cartões de créditos.
2- Não pegue mais empréstimos para pagar os antigos. Você precisa reestruturar sua dívida.
3- Tente urgentemente renegociar suas dívidas, alongando o prazo, buscando uma carência e baixando as taxas. Para isso seja franca com seu gerente.
4- Uma alternativa é usar o seu imóvel como garantia para baixar os juros e alongar o prazo. Hoje é possível conseguir até dez anos de prazo. Ou seja, você concentra todas as suas dívidas num único financiamento, com uma única prestação e consegue ter em mãos boa parte do que lhe daria a venda do imóvel.
Risco: você conseguir reestruturar, ganhar um fôlego, mas não baixar os padrões de gastos.Cairá de novo na mesma armadilha e perderá o imóvel para pagar as dívidas.

Kathia, a situação ainda não está fora de controle… Agora é com você.
Boa sorte!






Participe desta comunidade, você tem dúvidas sobre finanças pessoais?