Livre-se das longas prestações inúteis


#

Se você é do tipo que faz compras rotineiras com pagamentos de longo prazo, como financiar compras de supermercado, pagar o celular em 12 vezes, geladeira em 24 prestações etc, pare e leia estas recomendações.

Este é um habito que costuma levar boa parte da população para as garras do superendividamento. Invista na mudança de hábito urgentemente. Selecionamos algumas sugestões de especialistas que vão lhe ajudar. 

1- Tire o talão de cheque de dentro da Bolsa - sem folhas de cheque ao alcance da mão será impossível passar cheques pré-datados, o grande vilão nas compras a prazo;

2- Compras que são recorrentes, como as de supermercados, não devem nunca ser financiadas, pois na próxima semana haverá outra e outra e outra e chegará o mês que você terá tantas prestações acumuladas que não sobrará nada para as compras do mês;

3- Uma boa razão para fazer essas compras parceladas, que costumam atrair a clientela, muitas vezes com a mensagem sem juros, é a falta de desconto no pagamento à vista. Assim, é melhor de fato pagar em parcelas fixas (veja, é fixa, mas tem juros embutidos). No entanto, pessoas com pouco talento para gestão financeira costumam criar parcelas que vão se acumulando de uma forma impressionante e acabam por arrasta-las na espiral do superendividamento. Assim, talvez seja melhor trocar de fornecedor e procurar alguém que faça desconto no pagamento à vista. Sim, eles existem.

4- Deixe em casa também os cartões de crédito - carregar na bolsa instrumentos de endividamento é um perigo. O simples fato de voltar em casa para pegar o cartão já lhe dará um tempo para respirar, pensar e reavalir se realmente a compra merece ser financiada.

5-  Antes de se comprometer com um financiamento, pense em como ficará sua vida sem o bem ou serviço que está preste a comprar. Agora pense em como você ficará se não conseguir pagar essa dívida. Veja qual das duas hipóteses é a pior e então faça sua escolha. 

 

 

 






Participe desta comunidade, você tem dúvidas sobre finanças pessoais?