Parcelas não se acumulam


#

Lançado em 2012, o Crédito Universitário Bradesco garante carência para iniciar o pagamento das parcelas, dependendo do semestre que o aluno está financiando.

Exemplo: ao financiar o 1º semestre de 2015, o aluno solicita o empréstimo e começa a pagar em 12 parcelas. Quando for financiar o semestre seguinte terá 6 meses de carência para começar a pagar as 12 parcelas e assim sucessivamente até o 8º semestre. Isso significa que em nenhum momento o aluno pagará duas parcelas no mesmo mês. O banco garante que o aluno pode financiar até 100% do curso em prazo que vai variar conforme a duração do curso, sempre parcelando o semestre em 12 meses. As taxas de juros variam conforme convênio entre o banco e universidade.

Veja abaixo as demais linhas de crédito disponíveis: 

CDC Material Didático Universitário: Financiamento de até 70% do valor da nota fiscal e até 12 meses para pagar e taxa a partir de 3,92% a.m.

CDC MBA e Pós-Graduação: Financiamento de até R$ 40 mil e até 48 meses para pagar e taxa a partir de 2,46% a.m. 

CDC Seminários e Congressos: Até 48 meses para pagar, carência de até 59 dias para o pagamento da 1ª parcela e taxa a partir de 2,46% a.m. 

CDC Outros Bens Universitário: Aquisição equipamentos de informática e material didático e pagamento em até 48 meses e taxa a partir de 3,92% a.m. 

CDC Matrícula/ Material Escolar: Até 12 meses para pagar com carência de até 59 dias para o pagamento da 1ª parcela e taxa a partir de 2,46% a.m. 

CDC Intercâmbio: Financiamento de até 100% do valor do curso e valor liberado em conta corrente e taxa a partir de 2,46% a.m.



Recomendamos para você

Empresa que financia em 200 universidades mostra como funciona o crédito privado para estudantes.

Nenhum dos participantes (aluno e/ou fiador) pode estar com nome negativado nos órgãos de proteção ao crédito.

Universidades conveniadas oferecem subsídios aos alunos através da gestora do programa privado de financiamento.

No caso do Bradesco, é necessário que a instituição seja conveniada e emita uma “declaração de aptidão” em favor do aluno.

Se o estudante está em dúvida sobre o curso, melhor esperar ou tomar um crédito menor no começo, diz especialista em finanças.

Um investimento muito importante é a educação universitária. Veja as opções de financiamento da graduação




Participe desta comunidade, você tem dúvidas sobre finanças pessoais?